Tags

, , , ,

A internauta Sirlei Silva Franzoni conta ter tido uma experiência ruim enquanto consumia um suco da marca AdeS na última semana. Ao beber o conteúdo da embalagem, sabor maçã, ela diz ter notado um “gosto amargo e estranho” e, ao abrir a caixa, se deparado com um corpo estranho, que se assemelhava a uma alga.

A consumidora Sirlei Silvia Franzoni, de Sacramento, teria encontrado "corpo estranho" dentro de suco de maçã na semana passada Foto: Sirlei Silvia Franzoni / vc repórterA consumidora Sirlei Silvia Franzoni, de Sacramento, teria encontrado “corpo estranho” dentro de suco de maçã na semana passadaFoto: Sirlei Silvia Franzoni / vc repórter

“Após chegar da academia com muita sede senti que algo estava errado e me assustei com uma alga ou fungo enorme e nojento, parecia até um bicho”, relembra a consumidora. O produto ainda estava dentro validade impressa na caixa: 30 de novembro, diferentemente do que aparentava.

“Infelizmente não podemos confiar nesses produtos que não vemos o que tem dentro”, lamentou a internauta, que se disse “decepcionada e revoltada” e que teve de ir ao hospital após ter passado mal no dia seguinte.

Procurada pelo Terra, a Unilever, responsável pela linha de sucos AdeS, informou “cumprir todas as normas vigentes no Brasil quanto aos ingredientes presentes, embalagens e rotulagem”

 

Gosto da bebida seria "amargo e estranho", segundo a consumidora Foto: Sirlei Silvia Franzoni / vc repórter
Gosto da bebida seria “amargo e estranho”, segundo a consumidora
Foto: Sirlei Silvia Franzoni / vc repórter

Disse também, via nota, que o AdeS “é um alimento sem conservantes, sendo que o que garante sua durabilidade é o processo térmico UHT (ultrapasteurização), que elimina microorganismos que possam estar no produto. Além disso, é acondicionado em embalagem hermeticamente fechada, que protege o alimento de qualquer estímulo externo que possa causar problemas”.

A empresa creditou o problema a um possível dano à caixa ou ao lacre durante o manuseio, distribuição ou armazenamento do produto, que pode ter comprometido a qualidade do alimento e disse estar dando todo o suporte à consumidora por meio de seu Serviço de Atendimento ao Consumidor.

A internauta Sirlei Silva Franzoni, de Sacramento (MG), participou do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. 

Fonte Terra 28/10/2013